Um dedo de prosa

Eu escrevo porque preciso. Escrevo porque transbordo.

Das coisas que dizemos, e as marcas que deixamos.

Esses dias encontrei um texto”Sete frases que destruirão seus filhos“, e achei incrível como na lista das frases (e todas as variações que podem surgir delas) estão em discursos de violência psicológica com crianças, que muitas vezes perduram na vida de quem sofre esse tipo de violência, e, muitas vezes, continuam ouvindo dos companheiros, amigos, […] Read more…

 

A culpa é da mãe, sempre da mãe.

A culpa é um sentimento cheio de nós, e emaranhada na gente antes mesmo que sejamos mães. Por milhares de razões, em algum momento, sentimos culpa. E quando a mulher tem um filho, parece que a freqüência desse sentimento aumenta exponencialmente. Ora é a alimentação na gravidez, ou os cuidados com a mama, ou a […] Read more…

 

Viajar é bom, mas voltar é sempre melhor!

Durante o recesso, viajei em família para Recife, fomos apresentar Hugo à família do marido (e me apresentar também). A viagem foi super tranqüila, no avião Hugo não sentiu nada, na hora de decolar e pousar dei de mamar, então não teve choro, nem reclamação. E durante o vôo ele saiu fazendo amizade com todo […] Read more…

 

Quando se tem filhos, todo dia é réveillon…

Primeira quarta-feira do ano, e não podia faltar o texto de toda quarta para a parceria com a loja Pequeno Infinito né?! O ano começa e sempre nos prometemos milhares de coisas, que em sua maioria não cumprimos, mas seguimos fazendo… E eu começo o ano, o primeiro texto do blog, perguntando o que poderíamos […] Read more…

 

Além da fotografia.

Quando eu engravidei todo mundo me perguntou sobre o book de gestante, quando eu faria um book de grávida, a pressão de que se eu não tivesse ou fizesse um book desses eu iria me arrepender pelo resto da vida! Eu fui bem relutante, eu tenho vergonha de tirar fotos (confesso que algumas vezes achava […] Read more…

 

Presença e esquecimentos.

Tantos textos e matérias sobre o esquecimento de crianças no carro, por conta do episodio recente, e eu não consigo ler nenhum. Nenhumzinho. Só de ver o titulo da matéria, artigo, reportagem, meus olhos se enchem de lágrimas, e é inevitável olhar pro Hugo e não sentir um nó na garganta e uma dor no […] Read more…

 

Imprevisibilidade da vida

Desde sexta-feira eu tento ler alguns textos para conseguir escrever a respeito da relação entre pais e filhos pautadas na super proteção, até a vida adulta. Bom, como deu pra notar, eu não consegui escrever. Não por mal, ou por falta de vontade, ou por irresponsabilidade, mas por falta de tempo! Total falta de tempo! […] Read more…

 

Sobre gratidão.

Ultimamente tenho pensado muito na questão do tempo, e quando deixo de pensar na falta de tempo, e aproveito o tempo como ele está apresentado pra mim, tenho conseguido fazer muito mais. Hoje eu digo que faço muito mais, e eu que na minha cabecinha vivia o mito de que a maternidade te rouba tempo […] Read more…

 

Reflexões sobre a solidão na maternidade.

Quem não se depara com situações de extrema solidão no exercício da maternidade e pensa em desistir de tudo? Que não se sente culpada por não dar conta sozinha? Quem não se vê desgostosa da maternidade quando se sente extremamente sozinha e cansada? Read more…

 

Dos caminhos que a vida nos leva…

Hoje passei o dia pensando que domingo que vem faço aniversário. Todo ano era a mesma coisa, pensava em um monte de coisa que queria ter feito, e que não tinha feito (o que hoje eu compreendo que é óbvio que não dá pra ter-tudo-ao-mesmo-tempo-agora, mas até uns dois anos eu não tinha isso tão […] Read more…

 
Quer baixar seu eBook Equilibrando os Pratos: sobre ser mãe e todo o resto?
Assine a lista de e-mails e baixe seu eBook!
Respeitamos sua privacidade, somos contra SPAM.