Uma das maiores preocupações das mães que voltam ao trabalho é a manutenção do aleitamento. Para as que precisam viajar profissionalmente, então, a tensão é redobrada.  Para incentivar a amamentação, o Twitter passou a oferecer transporte gratuito de leite para suas funcionárias que são mães e viajam pela empresa.

A novidade foi anunciada depois de ser testada na Conferência Global de Vendas do Twitter, que aconteceu em julho deste ano. “Sabíamos que haveria muitas mães. Então, pensamos em facilitar a viagem para elas, fazendo com que não interrompessem essa conexão tão importante para seus filhos, que é a amamentação, e, ao mesmo tempo, dar a oportunidade de participarem do evento.” Conta Mariabrisa Olivares, diretora de Recursos Humanos do Twitter para a América Latina.

Na conferência foi disponibilizada uma sala especial para a retirada do leite e realização da amamentação. Enviado por FedEx e entregue em dois dias aos diferentes países, o leite era embalado com gelo seco para manter a conservação. O sucesso da iniciativa foi tanto que o benefício se estendeu e hoje está ao alcance de todas as mulheres que viajam a trabalho pela empresa, independente do país. “Na conferência, nove mulheres optaram pelo envio, mas muitas usaram a sala apenas para amamentar”, diz.

De acordo com Mariabrisa, o sucesso do programa não é avaliado pelo seu alcance, mas sim pelo impacto positivo que gera nas mulheres que podem participar dele. Mãe de uma bebê de sete meses, ela cita a própria experiência como exemplo. “Acabei viajar para Bogotá a trabalho e não usei o benefício, mas estava confortável em saber que eu tinha essa opção. O fato de ter essa possibilidade me deu tranquidade e segurança. Isso tem sido muito bem visto.”

Além da iniciativa, o Twitter disponibiliza o programa “Boa Hora”, que fornece às mulheres grávidas e para as que já têm o bebê consultorias sobre gestação, cuidados durante a gravidez e cuidados pós-gestação, além de prepará-las para a volta ao trabalho.  Quando o retorno acontece, há salas especiais, equipadas para as mães retirarem o leite. “Todo nosso plano de saúde é pensado de maneira a dar apoio à família como um todo. É importante termos esse programas de apoio e benefícios que vão além do mínimo necessário. É parte de nossa filosofia”, diz a diretora.

Auxiliar as mulheres nesse período também vai de encontro ao desejo da empresa de aumentar a representatividade feminina nos cargos. Um relatório sobre diversidade mostra que apenas 34% dos empregados do Twitter são mulheres, número que cai para 13% em cargos de tecnologia e 22% em posições de liderança. No Brasil, Mariabrisa afirma que a diferença é atenuada: são 47% de mulheres em todos os níveis e 38% em cargos de liderança. “Parte de nossos valores é ter diversidade e, aqui no Brasil, temos essa grande chance”, conclui.

 

Matéria retirada da Revista Crescer: clique aqui.