Hoje vamos falar de sexo, sexualidade e sensualidade na gestação. Porque esses três componentes podem estar juntos ou bem separados durante toda nossa vida!

Due Vita – Outono Inverno 2013 | Gestacion Modas | Moda Gestante e
Fato é que a gravidez é o momento que deflagra que um ou mais desses componentes estão presentes na vida dessa mulher, é um evento indubitavelmente sexual!
Uma mulher grávida exala vida por seus poros , expande beleza , pele e cabelo mudam, as formas arredondadas do corpo e suas curvas dão movimento , hormônios completam essa dança ritmada pelos trimestres.
E pode transar? Não vai machucar o bebê? Causar aborto ou parto prematuro? E sou ainda desejável com tantas mudanças no meu corpo? O que faço com tanto desejo? Por que estou sem desejo algum? É certo? É errado?
Esses são alguns questionamentos que já ouvi (e existem outros tantos!)
Numa gravidez saudável, sexo é vida! Numa gravidez com alguma restrição, sexualidade e sensualidade podem ser muito bem-vindas!
É um momento onde mulher e parceiro estão livres para desfrutar plenamente de seus corpos, sem o “medo de engravidar”! Não precisa pensar na pílula ou se a camisinha furou… (caso sejam parceiros fixos e se cuidem, claro).
O que deve mover essa vivência é o desejo, a libido e a criatividade pode (e deve) estar presente nas relações. As mudanças hormonais e corporais podem influir na concretização do desejo , por isso estar em contato com os próprios sentimentos e no diálogo constante com o Outro é fundamental. Inclusive para lidar com a possibilidade do não-desejo , da baixa libido onde outras formas de sexualidade podem se fazer presentes , além do simples coito ou penetração.
Não existem regras , existem sexos, sexualidades e sensualidades em diferentes níveis, formas e contextos. Encontre a(s) sua(s) e viva plenamente esse momento ápice da fertilidade !
Namastê

Krys Rodrigues, mãe do Iago, Doula e Psicóloga.

Se você deseja entrar em contato com a Krys e tirar suas dúvidas, seguem os contatos: (85)99754881 e psidoula.krys@gmail.com