Gente, demorou, mas chegou, novo texto da nossa colaboradora psidoula e mãe Krys Rodrigues, da Equipe Maiêutica! Segue texto super bacana sobre essa mítica das 40 semanas de gestação!

Health Care
Women pregnant images

Optar pelo parto normal em nossa cultura atual já é transgredir. Passar da DPP – 40 semanas de gestação -então, é um grande desafio emocional.

Mas o que é afinal essa DPP – data provável do parto ? É uma contagem feita a partir do primeiro dia da última menstruação (DUM), para se chegar ao cálculo aproximado da duração de uma gravidez. O grande problema é fazer disso uma regra rígida e taxativa.

O fato é que , a não ser que se tenha feito fertilização um vitro (FIV), não há como saber a data exata da implantação do óvulo fecundado no útero. Por isso , a DPP foi convencionada e, assim sendo é apenas uma estimativa. E ainda que se saiba a data da implantação , características individuais dessa díade mãe-bebê é que irão determinar o dia desse nascimento.

Um bebê é considerado prematuro até 36 semanas e 6 dias ; entre 37 semanas e 41 semanas e 6 dias, é considerado a termo; após 42 semanas é pós-termo. Isso é o que a contagem das semanas nos diz.

O que faz a diferença? Um bom pré-natal e uma boa assistência ao parto e pós parto imediato. Dicas para lidar com gestações prolongadas:

1. Informação: entender que os bebês não têm prazo de validade;
2. Divulgar a DPP para 2 semanas adiante: ajuda a diminuir a ansiedade dos outros (e te traz mais paz!)
3. Conectar-se com seu corpo e preservar-se de pessoas, situações desconfortáveis, especialmente nas últimas semanas.
4. Nesse finalzinho de gestação , desligar-se ao máximo do racional, procure atividades e encontros prazerosos.

A pessoa que aqui vos fala teve uma gestação de 41 semanas e 3 dias